Boletim Moçambique

Terça, 27 Junho 2017 • 20 notícias • 10365 caracteres

Subscreva aqui a newsletter Boletim Moçambique

   Moçambique

EUA pede a Moçambique "ações concretas" após relatório sobre dívidas ocultas

Maputo - O Governo norte-americano pediu terça-feira às autoridades moçambicanas que tomem "ações concretas após a divulgação no sábado do sumário do relatório da auditoria internacional independente às chamadas dívidas ocultas de Moçambique, considerando que "há mais por fazer".

Em relação à auditoria internacional independente "há mais por fazer. Os Estados Unidos aguardam que o Governo de Moçambique tome acções concretas em resultado das recomendações chave e resultados da auditoria", refere um comunicado distribuído terça-feira à imprensa pela embaixada norte-americana em Maputo.

   Moçambique

Auditoria à dívida de Moçambique tem afirmações enganadoras e erradas - Consultora Palomar

Londres - A consultora financeira Palomar considera que o relatório da Kroll sobre a dívida oculta em Moçambique "tem falhas, está incompleto, e contém uma série de afirmações enganadoras e erradas", lamentando não ter colaborado no processo.

"Apesar da oferta da Palomar para reunir com a Kroll, em nenhuma altura até à divulgação do relatório a Kroll pediu qualquer informação ou procurou colaboração da Palomar para perceber as transações em causa", lê-se numa nota da consultora enviada à Lusa.

   MOçambique

Estudo diz que 26% das crianças que morrem em Moçambique sofrem de desnutrição

Maputo - Um estudo do Programa Alimentar Mundial (PAM), a ser lançado hoje, indica que 26% dos casos de mortalidade infantil em Moçambique estão associados à desnutrição, assinalando que o problema custa ao país 1,6 mil milhões de dólares.

O estudo, intitulado "Custo da fome em África", refere ainda que 42,7% das crianças em Moçambique têm baixo crescimento e apenas 45,2% das que registam índices de desnutrição recebem cuidados de saúde adequados.

   MOçambique

Transações móveis cresceram sete vezes de 2015 para 2016 em Moçambique - banco central

Maputo - O número de transações financeiras através de telemóvel em Moçambique aumentou sete vezes no último ano, em comparação com 2015, de acordo com dados do banco central consultados pela Lusa.

O Banco de Moçambique registou 21,3 milhões de transações através dos serviços financeiros móveis em 2015, número que saltou para 149,8 milhões no último ano, de acordo com um boletim estatístico publicado este mês.

   Angola

Aumento dos funcionários públicos em Angola é jogada eleitoral que prejudica economia - Economist

Londres - A Economist Intelligence Unit (EIU) considera que o aumento dos funcionários públicos em Angola "é claramente uma jogada do MPLA para agradar aos eleitores" e sublinha que terá de haver mais cortes orçamentais ou aumento do endividamento.

"O Movimento Popular de Libertação de Angola (MPLA), cuja popularidade tem estado a esmorecer entre a tradicional base de apoio, está claramente a fazer uma jogada para manter os eleitores do seu lado nas eleições", lê-se num comentário ao aumento de 10% decidido para os funcionários públicos em Angola.

   Angola

Presidente do Congresso norte-americano pede fim da acusação contra Rafael Marques

Lisboa – O presidente da Câmara dos Representantes dos Estados Unidos, Paul Ryan, apelou terça-feira ao fim das acusações contra Rafael Marques e Mariano Lourenço por parte do Ministério Público (MP) de Angola.

“A liberdade de expressão é uma forma básica de controlo da corrupção”, escreveu na segunda-feira à noite (terça-feira de madrugada em Lisboa) na rede Twitter o líder republicano no Congresso norte-americano.

   Brasil

Presidente não cometeu crime de corrupção - Advogado de defesa

São Paulo  - O advogado António Cláudio Mariz, responsável pela defesa do Presidente do Brasil, declarou que Michel Temer não cometeu o crime de corrupção do qual foi acusado na segunda-feira à noite.

"Comecei a ler a denúncia agora. Mas posso adiantar que o Presidente não cometeu o crime de corrupção que lhe foi imputado. Sobre os aspectos jurídicos da denúncia, só poderei pronunciar-me depois", afirmou o advogado, na segunda-feira à noite, em declarações à Agência Brasil.

   Brasil

Ministério Público do Brasil pede abertura de nova investigação contra Presidente

São Paulo – O Procurador-geral brasileiro, Rodrigo Janot, pediu na segunda-feira à noite ao Supremo Tribunal Federal (STF) para autorizar a abertura de uma nova investigação contra o Presidente do Brasil e um ex-deputado.

Este pedido surgiu pouco depois de Michel Temer ter sido formalmente acusado de corrupção pelo Procurador-geral brasileiro, na sequência de denúncias de executivos da multinacional JBS contra o chefe de Estado e outros membros do Governo. Na nova investigação, o Procurador requereu ao STF autorização para a polícia realizar um inquérito separado sobre um decreto da área de portos assinado por Michel Temer, em maio.

   Brasil

Oposição diz que situação do Presidente do Brasil é “extremamente grave”

Rio de Janeiro - Os partidos que fazem oposição ao Governo do Brasil consideram que a denúncia apresentada pelo procurador-geral contra o Presidente Michel Temer mostra a impossibilidade de o atual executivo se manter.

Líderes partidários que se pronunciaram sobre o caso consideram que a denúncia é "extremamente grave". O procurador-geral do país, Rodrigo Janot, denunciou Michel Temer por corrupção passiva, tornando-se este o primeiro presidente na história do Brasil a ser formalmente acusado de um crime no exercício de seu cargo.

   Portugal

Portugal e Moçambique assinam memorando no âmbito do transporte marítimo e portuário

Matosinhos - Portugal e Moçambique assinaram terça-feira um memorando de entendimento no âmbito do transporte marítimo e portuário, tendo em perspetiva a "alavancagem de investimentos"e o "fortalecimento de relações bilaterais", indicaram à Lusa governantes de ambos os países.

O documento foi assinado em Matosinhos, distrito do Porto, após uma visita ao porto de Leixões, na qual participaram a ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, e o ministro dos Transportes e Comunicações da República de Moçambique, Carlos Fortes Mesquita.

   Portugal

PJ deteve 12 pessoas por corrupção na legalização de imigrantes na segurança social

Lisboa – A PJ deteve terça-feira 12 pessoas, seis dos quais funcionários do Instituto da Segurança Social, por corrupção, falsificação de documentos e outos crimes relacionados com a legalização de imigrantes oriundos do Sudoeste asiático.

Em comunicado, a Polícia Judiciária adianta que entre os 12 detidos estão também seis cidadãos estrangeiros, estando em causa, neste processo, crimes de corrupção passiva e ativa para ato ilícito, abuso de poder, falsidade informática e falsificação de documentos.

   Timor-Leste

Governo timorense aprova apoio de 1,5 milhões de dólares para vítimas de fogos em Portugal

Díli - O Governo timorense aprovou terça-feira um pacote de assistência de 1,5 milhões de dólares (1,33 milhões de euros) em ajuda humanitária para apoio às vítimas dos incêndios florestais deste mês.

Avelino Coelho, secretário de Estado do Conselho de Ministros, disse aos jornalistas que a decisão foi aprovada na reunião de terça-feira do Governo que renovou os votos de pesar para os familiares das vítimas dos fogos.

   Timor-Leste

Sentença de arguidos portugueses em Díli lida a 24 de julho - tribunal

Díli - O julgamento de dois portugueses acusados de vários crimes financeiros, e retidos em Díli desde outubro de 2014, ficou terça-feiravisto para sentença, que deverá ser lida a 24 de julho, 33 meses depois de serem detidos.

Jacinta Correia - que preside ao coletivo de juízes do Tribunal Distrital de Díli que ouviu o caso desde finais de fevereiro - marcou a data de leitura da sentença depois do Ministério Público e defesa terem feito as alegações finais. O casal defendeu terça-feira a sua inocência numa intervenção, a única que fizeram, na reta final do julgamento.

   Timor-Leste

Timor-Leste pode articular melhor a justiça formal e informal – Comissão Reforma Judicial

Díli - Timor-Leste pode beneficiar de um melhor equilíbrio e articulação entre sistemas formais e informais de justiça, afirmou terça-feira o responsável de uma comissão de reforma judicial.

"Temos olhado para a resolução dos conflitos como uma política global e do acesso à justiça e não apenas, como se vê classicamente, olhando apenas para a justiça do Estado", explicou à Lusa Jorge Graça, presidente da Comissão para a Reforma Legislativa e do Setor da Justiça (CRL).

   Macau

Primeiro dos novos cinco aterros de Macau pronto no final do ano

Macau – A zona A dos novos aterros de Macau, a maior das cinco áreas conquistadas ao mar, vai estar terminada no final deste ano, “em paralelo” com a inauguração da ponte Hong Kong-Zhuhai-Macau, anunciou terça-feira o Governo.

“A zona A vai ser concluída no final deste ano (…) O Governo disse que a conclusão das obras da zona A vai ser em paralelo com a inauguração da ponte Hong Kong-Zhuhai-Macau”, disse Ho Ion Sang, presidente da Comissão de Acompanhamento para os Assuntos de Terras e Concessões Públicas da Assembleia Legislativa, após uma reunião com o Executivo.

   Guiné-Bissau

Consumo de droga entre jovens guineenses é preocupante - Observatório

Bissau - O presidente do Observatório Guineense de Luta contra as Drogas e Toxicodependência, Abílio Có Júnior, alertou terça-feira para o aumento do consumo de estupefacientes pelos jovens da Guiné-Bissau.

"Há consumo de droga de uma forma muito preocupante", afirmou o responsável, que falava aos jornalistas à margem de uma palestra sobre consumo de drogas realizada na Universidade Lusófona de Bissau. "Cada vez mais está a ser visível e muitos jovens guineenses estão a enveredar pelo caminho do consumo de droga e o país não tem políticas públicas concretas para afastar os jovens das drogas", alertou Abílio Có Júnior.

   Cabo Verde

PGR de Cabo Verde aponta cooperação como principal desafio à investigação de crimes económicos

Praia - O Procurador-Geral da República cabo-verdiano, Óscar Tavares, apontou terça-feira a demora na obtenção de documentos e informações, nomeadamente através da cooperação judiciária internacional, como um dos principais desafios da investigação aos crimes económicos e à corrupção em Cabo Verde.

"O principal desafio que temos é a cooperação de outras entidades. Muitas vezes, atrasos substanciais em processos dependem de informações que temos que pedir a outras instituições, que nem sempre são facultadas a tempo e acabam por obrigar a que tenhamos permanentemente que reprogramar e reponderar a estratégia da investigação", disse Óscar Tavares.

   Cabo Verde

Pedrógão Grande: Parlamento cabo-verdiano aprova voto de pesar

Praia - A Assembleia Nacional de Cabo Verde aprovou terça-feira um voto de pesar e observou um minuto de silêncio pelas vítimas dos incêndios florestais em Portugal, de que resultaram 64 mortos e mais de 200 feridos.

O voto de pesar foi aprovado por unanimidade antes do período da ordem do dia do segundo dia da sessão parlamentar de junho, que decorre até sexta-feira. "O Parlamento, órgão representativo de todos os cabo-verdianos residentes e na diáspora, tem acompanhado com atenção e interesse toda a evolução dos trágicos acontecimentos e manifestou, desde a primeira hora, a sua solidariedade para com o povo português", adianta o texto lido aos deputados.

   Mundo

OMS vacina contra Ébola 30 milhões de africanos e prepara-se para declarar surto

Kigali – Mais de 30 milhões de pessoas foram vacinadas contra o Ébola, a maioria em Angola e na República Democrática do Congo, país onde será declarado novo surto epidémico, indicou hoje a Organização Mundial de Saúde (OMS).

No primeiro Fórum Mundial sobre a Saúde da OMS, que começou terça-feira na capital do Ruanda, Kigali, e decorrerá até quarta-feira, a diretora regional da OMS para África, Rebecca Matshidiso Moeti, precisou que se está a colaborar com o Ministério da Saúde da RDC para declarar um surto de Ébola na próxima semana.

   Economia

FMI revê em baixa previsão de crescimento dos EUA para 2,1% em 2017 e 2018

Washington – O Fundo Monetário Internacional (FMI) reviu terça-feira em baixa a previsão de crescimento da economia dos Estados Unidos para 2,1% em 2017 e em 2018, respetivamente, contra 2,3% e 2,5% que foi a estimativa avançada há três meses.

A descida da previsão para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) norte-americano é justificada pelo FMI com a falta de “um plano económico completamente articulado” por parte do governo liderado pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.