Boletim Moçambique

Quinta, 22 Dezembro 2016 • 13 notícias • 6069 caracteres

Subscreva aqui a newsletter Boletim Moçambique

   Moçambique

Dhlakama diz que “não é fácil” garantir que não haverá ataques durante o Natal

Maputo - O líder da Resistência Nacional Moçambicana (Renamo), Afonso Dhlakama, disse que "não é fácil" garantir que não haverá ataques do braço armado do principal partido de oposição na quadra natalícia, responsabilizando o Governo pela falta de uma "trégua".

"Não é fácil afirmar que não haverá ataques [durante a quadra natalícia]. Eu gostaria que isso não acontecesse, mas isso não depende só de uma das partes", afirmou Dhlakama, em entrevista ao diário O País, divulgada na quinta-feira.

   Moçambique

Central Sindical moçambicana diz que o país está "quase na bancarrota”

Maputo - A Organização dos Trabalhadores de Moçambique - Central Sindical (OTM-CS) considerou na quinta-feira em Maputo que o país está numa situação de "quase bancarrota" e acusou a classe política de "traição", declarando que "a paciência tem limites".

"Além da crise político-militar, somámos ainda neste ano prestes a findar a crise económica e financeira provocada pela conjuntura externa, endividamento excessivo do país e calamidades naturais. O conjunto destes fatores levou-nos à quase bancarrota em que estamos mergulhados", disse o secretário-geral da OTM-CS, Alexandre Munguambe, no discurso de fim de ano da organização.

   Moçambique

Prioridade de Moçambique é a restauração da paz - Frelimo

Maputo - A chefe da bancada parlamentar da Frente de Libertação de Moçambique (Frelimo), partido no poder, Margarida Talapa, disse na quinta-feira que a restauração da paz constitui a prioridade do país.

"A cultura da paz e de solidariedade humana, através do diálogo e da tolerância e da reconciliação, tendo em vista a construção de uma sociedade justa, democrática e unida, é uma pedra angular para a sociedade moçambicana", afirmou Margarida Talapa, falando durante o lançamento da "Campanha Nacional da Oração", uma iniciativa de confissões religiosas moçambicanas.

   Angola

Governo angolano garante pagamento de salários e 13.º mês antes do final do ano

Luanda - O Ministério das Finanças de Angola garantiu na quinta-feira que os salários dos funcionários públicos vão ser pagos na totalidade até ao final deste mês, bem como a última prestação do 13.º.

Um comunicado da Direção Nacional do Tesouro do Ministério das Finanças, distribuído à imprensa, dá conta que as remunerações relativas aos meses anteriores foram já pagas na íntegra.

   Angola

Presidente da comissão eleitoral recomenda registo de angolanos em transito no país

Luanda - O presidente da Comissão Nacional Eleitoral (CNE) recomendou na quinta-feira ao Ministério da Administração do Território de Angola que proceda ao registo de cidadãos angolanos que se encontram em trânsito no país.

André da Silva Neto fez o apelo no ato de entrega, pelo ministro da Administração do Território angolano, Bornito de Sousa, do relatório de balanço da execução da primeira fase de atualização do registo eleitoral, que contabiliza seis milhões de cidadãos registados. 

   Brasil

Presidente diz que não renuncia e descarta mudanças no Governo

São Paulo, Brasil - O Presidente do Brasil, Michel Temer, disse na quinta-feira que não renunciará ao cargo e descartou mudanças no seu Governo apesar de vários ministros e dele próprio terem sido citados em acusações ligadas aos escândalos de corrupção na Petrobras.

"Por enquanto, não há nenhuma intenção a esse respeito [sobre a possibilidade de renúncia]", afirmou o chefe de Estado brasileiro. 

   Brasil

Brasil prevê cumprir meta de inflação em 2016 apesar da recessão

São Paulo, Brasil - O relatório trimestral de inflação divulgado na quinta-feira pelo Banco Central do Brasil indica que a subida dos preços ficará dentro das previsões em 2016, apesar da grave crise económica que o país atravessa.

O órgão projetou uma inflação de 6,5% para este ano, limite superior da margem de dois pontos percentuais tolerada dentro da meta estabelecida em 4,5%. 

   Portugal

Governo português quer empresas exportadoras a apoiar língua portuguesa no estrangeiro

Cascais, Lisboa - O Governo de Portugal quer que as empresas exportadoras ajudem a promover a língua portuguesa no estrangeiro, apoiando os leitorados e cátedras de português no exterior e daí tirando benefícios, anunciou na quinta-feira o ministro dos Negócios Estrangeiros.

"Um dos diplomas que está em processo de decisão no Governo é a criação da figura da empresa promotora da língua portuguesa (…) que permite às empresas que se queiram associar ao Instituto Camões, aos leitorados em meia centena de países, às cerca de 40 cátedras que Portugal tem para o ensino e investigação em língua, literatura e cultura portuguesa em todo o mundo o possam fazer", disse Augusto Santos Silva, no discurso de abertura do IV Encontro Anual do Conselho da Diáspora Portuguesa, que decorre em Cascais.

   Portugal

António Guterres vai doar prémio Direitos Humanos 2016 ao Conselho Português dos Refugiados

Lisboa - O secretário-geral das Nações Unidas designado, António Guterres, vai doar ao Conselho Português dos Refugiados o prémio Direitos Humanos 2016, no valor de 25 mil euros, que lhe será atribuído na sexta-feira pela Assembleia da República.

Esta decisão do antigo primeiro-ministro português entre 1995 e 2001 foi avançada à agência Lusa por fonte diplomática.

   Guiné-Bissau

Emigrantes e população ajudam a construir hospital em Bigene, no norte da Guiné-Bissau

Bissau - A população e filhos da vila de Bigene residentes fora da Guiné-Bissau estão a contribuir para a construção de um hospital na localidade e que vai servir cerca de 160 mil pessoas no norte do país.

Ibu Camará, presidente da Afaibu (Associação de Filhos e Amigos de Bigene) contou à agência Lusa que a primeira pedra para a construção do hospital foi lançada na quinta-feira e já no sábado populares de 56 aldeias da vila de Bigene vão iniciar as obras.

   Guiné-Bissau

Presidente da República diz que atual Governo vai até 2018

Bissau - O Presidente da Guiné-Bissau, José Mário Vaz, afirmou na quinta-feira que o Governo do primeiro-ministro, Umaro Sissoco Embaló, não será demitido e que vai até ao fim do seu mandato em 2018.

O chefe do Estado guineense deu estas indicações aos alunos de uma escola de formação profissional em Bissau, financiada pelo Governo brasileiro, que visitou e onde abordou o seu percurso pessoal enquanto empresário.

   Mundo

Detido fundador de portal chinês que reporta violações dos Direitos Humanos – Amnistia

Pequim - O fundador de um dos raros 'sites' chineses que reportam violações dos Direitos Humanos foi detido por "revelação de segredos de Estado", disse na quinta-feira a Amnistia Internacional (AI).

Huang Qi geria há duas décadas o portal "64 Tianwang", cujo nome é inspirado na repressão militar do movimento estudantil pró-democracia de 1989.

   Desporto

Sengalês Sakho para seis a oito semanas e falha CAN2017

Londres - O futebolista sengalês Diafra Sakho foi operado à coluna e vai estar afastado dos relvados entre seis a oito semanas, falhando a presença na Taça das Nações Africanas (CAN), disse na quinta-feira o treinador do West Ham, Slaven Bilic.

"Ele foi submetido a uma cirurgia na coluna e ficará fora entre seis a oito semanas. Claro que isso vai deixá-lo fora da Taça das Nações Africanas (CAN)", referiu Bilic, em antevisão à deslocação dos ‘hammers’ a Swansea, em jogo da liga inglesa.