Boletim Moçambique

Segunda, 21 Novembro 2016 • 23 notícias • 12872 caracteres

Subscreva aqui a newsletter Boletim Moçambique

   Moçambique

ENI diz que aguarda aprovação dos parceiros para iniciar produção de gás

Maputo - O administrador-delegado da ENI, Claudio Descalzi, afirmou que a petrolífera italiana aguarda a aprovação dos seus três parceiros no consórcio do projeto de gás do Rovuma, norte de Moçambique, para iniciar a produção.

"Estamos à espera da aprovação dos outros parceiros do consórcio. Claramente, a empresa do Estado [moçambicano] no consórcio, a ENH, também já aprovou, portanto, temos 60% do projeto aprovado", disse Descalzi, em declarações aos jornalistas, após se encontrar com o primeiro-ministro moçambicano, Carlos Agostinho do Rosário.

   Moçambique

Cinco futebolistas morrem num naufrágio no distrito de Limpopo

Maputo - Cinco futebolistas de uma equipa recreativa do distrito de Limpopo, província de Gaza, sul de Moçambique, foram encontrados sem vida e outros cinco estão desaparecidos, na sequência de um naufrágio no domingo, informou a emissora pública Rádio Moçambique.

Segundo a emissora, que cita fontes da administração marítima local, o naufrágio terá sido provocado por sobrelotação, dado que a embarcação transportava 15 pessoas, quando a sua capacidade máxima era de apenas quatro. Os passageiros que iam a bordo da embarcação têm idades entre 13 e 18 anos e regressavam a casa depois de uma partida de futebol.

   Moçambique

Sobe para 80 número de mortos na explosão de camião-cisterna 

Tete - O número de mortos na explosão de um camião-cisterna Caphiridzange, na quinta-feira, na província de Tete, centro de Moçambique, aumentou para 80, avançou fonte hospitalar.

Sete pessoas morreram nas últimas 24 horas em resultado de ferimentos graves, segundo o último balanço oficial divulgado pelo Hospital Provincial de Tete. A situação permanece "crítica", segundo a direção do hospital, onde se mantêm dezenas de feridos, alguns em estado grave, com queimaduras superiores a 50% da superfície do corpo.

   Moçambique

Índia doa dez milhões de dólares para compra de trigo

Maputo - O Governo da Índia doou um montante de 10 milhões de dólares (9,4 milhões de euros) destinados à compra de trigo para Moçambique, para combater a insegurança alimentar.

Falando durante a entrega simbólica do cheque, o alto comissário da Índia em Maputo, Rudra Gaurav, afirmou que o gesto do executivo indiano é um testemunho da crescente cooperação bilateral. "Moçambique e Índia vêm mantendo relações calorosas há bastante tempo, mas, acima de tudo, estão unidos pelo desejo de promover o bem-estar entre os dois povos", afirmou.

   Moçambique

Suécia disponibiliza oito milhões de euros para programa de emprego

Maputo - A Suécia assinou um acordo de financiamento de 8,2 milhões de euros para um programa de emprego em Moçambique, a ser desenvolvido em parceria com a Organização Internacional do Trabalho (OIT) e o Governo moçambicano.

O acordo, assinado em Maputo, está inserido no programa "Emprego Digno para a Transformação Económica, Sustentável e Inclusiva" e é destinado a aumentar o número de oportunidades de postos de trabalho em Moçambique, sobretudo na população dos meios rurais. 

   Moçambique

Joaquim Chissano diz que falta clareza nas negociações de paz 

Maputo - O antigo Presidente moçambicano Joaquim Chissano defendeu que falta clareza no processo negocial para resolução da crise política e militar em Moçambique, observando que a razão do impasse reside na fraca cultura democrática.

"Não há clareza neste processo negocial. Parece que não sabemos o que queremos exatamente", disse o antigo chefe de Estado moçambicano, durante uma palestra organizada pelo Instituto Superior de Relações Públicas em Maputo, alertando para a falta de uma cultura democrática nas elites políticas moçambicanas.

   MOçambique

Governo e Renamo analisam nova proposta sobre descentralização

Maputo - As delegações do Governo e da Resistência Nacional Moçambicana (Renamo) nas negociações de paz em Moçambique analisaram hoje a nova proposta dos mediadores internacionais sobre a descentralização, informou o coordenador da equipa de mediação internacional.

"Estamos a aproximar os pontos e a discutir com as partes", disse Mario Raffaeli, falando no fim de mais uma sessão das negociações de paz entre o Governo e a Renamo em Maputo, que tem seguido um modelo de encontros separados entre os mediadores e cada uma das partes. 

   MOçambique

Presidente da CTA critica liquidação de banco

Maputo - O presidente da CTA- Confederação das Associações Económicas de Moçambique, Rogério Manuel, criticou, em Maputo, a decisão do Banco de Moçambique (BM) de liquidar o Nosso Banco, defendendo a intervenção que fez no Moza.

"O Banco de Moçambique devia ter ajudado o Nosso Banco. Não sei porque não fez a intervenção que fez [no Moza Banco] no Nosso Banco", afirmou Rogério Manuel, em declarações aos jornalistas, no final de um encontro com representes da Associação Moçambicana de Bancos, numa alusão à diferença de tratamento do BM em relação às duas instituições, em que uma foi liquidada e a outra intervencionada para efeitos de venda.

   Angola

Chuvas deixam Luanda alagada e centenas de famílias sem casa

Luanda - As fortes chuvas que caíram na madrugada de segunda-feira, na província de Luanda, provocaram inundações e deixaram centenas de pessoas desabrigadas e ruas intransitáveis, informou o Serviço de Proteção Civil e Bombeiros de Angola.

No município de Viana, de acordo com os Serviços de Proteção Civil e Bombeiros e a comissão de moradores da zona dos Mulenvos, 48 famílias ficaram com as suas residências inundadas, enquanto no quilómetro 12 os moradores encontram-se sitiados devido a grandes quantidades de água. Na comuna do Camama, município de Belas, a administradora local, Luísa Manuel, descreveu como crítica a situação das ruas alagadas e cobertas de lama, impedindo a circulação das pessoas e viaturas, enquanto a chuva no distrito urbano de Rangel deixou sem poder sair de casa vários moradores, estando a administração a proceder à sucção das águas em várias ruas para a sua diminuição.

   Angola

Ativista que gritou “palhaçada” no tribunal de Luanda libertado oito meses depois

Luanda - O jovem angolano que cumpria pena de prisão desde março, por ter gritado no tribunal de Luanda que o mediático julgamento de outros 17 ativistas era uma "palhaçada", foi libertado, após oito meses de cadeia.

"Se fosse hoje, voltaria a gritar alto e bom som. E até acrescentaria outras coisas. Porque aquilo não era motivo para eu ser preso, foi um momento de liberdade de expressão", afirmou Francisco Gomes 'Dago Nível Intelecto', em declarações à Lusa,  pouco depois de libertado por cumprimento total da pena de prisão e sem ter beneficiado de liberdade condicional. O ativista foi condenado em processo sumário a 28 de março, minutos depois de conhecida a sentença aplicada a 17 ativistas, inclusive  Luaty Beirão.

   Angola

Autorizada mudança na denominação da sociedade de fundos do antigo BES Angola

Luanda - O Governo angolano autorizou a mudança da denominação social de um fundo de pensões detido pelo antigo Banco Espírito Santo Angola (BESA), controlado agora pelo Banco Económico, conforme despacho do ministro das Finanças angolano.

De acordo com o documento assinado pelo ministro Archer Mangueira, de 14 de novembro e ao qual Lusa teve acesso, a denominação social da sociedade gestora de fundos de pensões BESA ACTIF é autorizada a passar para Económico Fundos, validando desta forma a deliberação anterior, em assembleia-geral.

   Brasil

Investigação sem provas de que helicóptero que caiu no Rio de Janeiro foi baleado

São Paulo – Os investigadores ainda não encontraram buracos de bala no helicóptero militar que se despenhou, no sábado, no Rio de Janeiro, nem nos corpos dos quatro polícias que morreram na queda do aparelho, durante uma operação de combate ao narcotráfico.

O chefe da segurança do estado do Rio do Janeiro, Roberto Sá, disse que os investigadores continuam a tentar determinar as razões da queda do helicóptero perto da favela Cidade de Deus, pelo que as peças ainda continuam a ser inspecionadas.

   Brasil

Temer diz que país estava isolado e com “défice de verdade" 

São Paulo - O Presidente do Brasil, Michel Temer, disse, numa reunião do Conselho Nacional de Desenvolvimento Económico e Social, que encontrou um país isolado e com um "défice de verdade".

"No Brasil, não havia défice fiscal, havia um défice de verdade. É preciso encarar os factos como eles são. Faremos o Brasil crescer substituindo o ilusionismo pela lucidez", afirmou, acrescentando que, "por muito tempo, o Governo gastou mais do que podia. Temos um défice de 170 mil milhões de reais (47,7 mil milhões de euros), e o da Previdência Social que pode poder chegar a 140 mil milhões de reais (39,3 mil milhões de euros)".

   Brasil

Banco do Brasil anuncia reestruturação e fecho de centenas de agências

São Paulo - O Banco do Brasil anunciou um grande plano de reestruturação que prevê o fechamento de agências e um programa de aposentadoria.

Segundo o banco, que é a maior instituição financeira pública do Brasil, serão fechadas 31 superintendências regionais e 402 agências. Outras 379 agências serão transformadas em postos de atendimento bancário. Com estas mudanças, 781 agências de um total de 5.430 deixarão de existir, número que corresponde a 14%. 

   Portugal

Remessas dos trabalhadores lusófonos em Portugal caem 25% em setembro

Lisboa - As remessas enviadas pelos africanos lusófonos em Portugal caíram 25,5 por cento em setembro, para 3,41 milhões de euros, enquanto os emigrantes nesses países enviaram mais 7,7% para Portugal, segundo os dados do Banco de Portugal.

De acordo com o boletim estatístico do regulador financeiro, os trabalhadores dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOP) enviaram para os seus países de origem 3,41 milhões de euros, o que representa uma descida de 25,55% face aos 4,58 milhões que tinham enviado em setembro do ano passado.

   Timor-Leste

Ruak reconduz chefias militares para mais um ano de mandato

Díli - O Presidente da República timorense reconduziu por mais um ano os três principais comandantes das Falintil - Forças de Defesa de Timor-Leste (F-FDTL), dando seguimento a uma proposta aprovada no início deste mês pelo Governo.

A decisão de Taur Matan Ruak confirma a extensão por mais um ano, até 06 de outubro de 2017 dos mandatos do major-general Lere Anan Timur, como chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas, do brigadeiro-general Filomeno da Paixão de Jesus, como vice-chefe do Estado Maior General das Forças Armadas, e do coronel Falur Rate Laek, como chefe do Estado Maior das Forças Armadas.

   Guiné-Bissau

União para a Mudança recusa participar em governo inclusivo 

Bissau - O partido União para Mudança (UM) demarcou-se do próximo Governo da Guiné-Bissau a ser liderado por Umaro Sissoco Embaló, por considerar que a nomeação deste é uma decisão unilateral do Presidente guineense, anunciou em comunicado.

A força política, que conta com um deputado no Parlamento guineense, entende que o chefe do Estado, José Mário Vaz, "rompeu em definitivo" o acordo de Conacri, - mediado pela comunidade oeste africana com vista à busca de um consenso na Guiné-Bissau - ao propor Sissoco Embaló para primeiro-ministro. Entretanto, o líder do Parlamento da Guiné-Bissau, Cipriano Cassamá, instou o mediador da crise política no país, o Presidente da Guiné-Conacri, no sentido de esclarecer quem, de facto, foi escolhido de forma consensual para ser primeiro-ministro em Bissau.

   Cabo Verde

Oposição considera irrealista estimativa de crescimento do Governo

Praia - A líder da Oposição cabo-verdiana, Janira Hopffer Almada, considerou irrealista a estimativa de crescimento de 5,5 por cento apresentada pelo Governo, considerando que a proposta de orçamento para 2017, que começou a ser debatida na segunda-feira, é frágil e falha no cumprimento das promessas eleitorais.

"Do prometido crescimento de 07% ao ano, este orçamento prevê irrealisticamente 5,5%. Esta previsão contraria as previsões do banco central e do próprio FMI. Sobre os nove mil empregos por ano, nem uma única palavra. Do subsídio de emprego, a única novidade é o seu adiamento por mais seis meses", disse a líder do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV).

   Cabo Verde

Donativos estrangeiros com estimativa de quebra de 30%

Praia - O Orçamento de Estado de Cabo Verde prevê para 2017 uma quebra dos donativos estrangeiros na ordem dos 30% face a este ano.

De acordo com a proposta orçamental do Governo, os donativos para 2017 situar-se-ão à volta de 4.512 milhões de escudos cabo-verdianos (CVE), ou seja, 40,9 milhões de euros. Os donativos diretos manterão a tendência negativa, com um montante total de 3.073 milhões de CVE (27,9 milhões de euros), apresentando uma diminuição de 37,9% face ao orçamentado para 2016.

   Mundo

Angola, Moçambique e Cabo Verde entre países com situação HIV preocupante - UNAIDS

Lisboa – Angola, Moçambique e Cabo Verde estão entre os países africanos onde a situação das pessoas que vivem com o vírus da imunodeficiência humana (HIV) é mais preocupante, segundo o mais recente relatório da UNAIDS.

Embora globalmente haja mais gente informada de que está infetada, não existiam, até 2015, dados disponíveis quanto à percentagem de diagnósticos nestes três países africanos, bem como no Brasil. 

   Mundo

Próximo secretário-geral da ONU António Guterres visita Pequim

Pequim - O secretário-geral designado da ONU, António Guterres, visita a China, a 28 e 29 deste mês, para reforçar a cooperação entre a organização, que o português vai liderar a partir de 2017, e o país, anunciou o Governo chinês.

A visita, a convite de Pequim, é a primeira de Guterres ao gigante asiático, desde que foi nomeado secretário-geral da ONU por aclamação, no mês passado. Em conferência de imprensa, Geng Shuang, porta-voz do Ministério dos Negócios Estrangeiros chinês, sublinhou "a importância" que Pequim atribui à visita de Guterres, que, na quinta-feira, se vai reunircom o chefe da diplomacia russa, Serguei Lavrov, em Moscovo.

   Economia

Dívida pública portuguesa sobe para 133,1% do PIB no terceiro trimestre

Lisboa -  A dívida pública na ótica de Maastricht, a que conta para Bruxelas, aumentou no terceiro trimestre deste ano para os 133,1% do Produto Interno Bruto (PIB), divulgou Banco de Portugal (BdP).

De acordo com o Boletim Estatístico, a dívida pública ascendeu a 244.420 milhões de euros no final de setembro, mais de 1.130 milhões acima do valor verificado no final de agosto (243.289 milhões de euros). Comparando com o segundo trimestre, o último período para o qual o banco central disponibiliza o rácio da dívida sobre o PIB, este indicador passou de 131,7% em junho para 133,1% em setembro.

   Economia

Divisas na banca de Angola descem quase 70% numa semana e tocam mínimos de 2016

Luanda - A injeção de divisas pelo Banco Nacional de Angola (BNA) na banca comercial caiu fortemente, quase 70 por cento, na última semana, para 106,8 milhões de euros, um dos valores mais baixos do ano.

A informação consta do relatório semanal do BNA sobre a evolução dos mercados monetário e cambial entre 14 e 18 de novembro, contrastando com os 343,5 milhões de euros da semana anterior, e após um ciclo de três semanas consecutivas a aumentar de valor. Entretanto, a dívida pública colocada semanalmente pelo BNA disparou quase 600%, para 87,8 mil milhões de kwanzas (500 milhões de euros), com a taxa de juro a passar a fasquia dos 23%, a um ano. O Governo angolano prevê amortizar 10,5 milhões de euros da dívida pública em 2017, mas só de juros o Estado deverá pagar ainda 2,7 mil milhões.