Boletim Moçambique

Segunda, 23 Novembro 2015 • 20 notícias • 10721 caracteres

Subscreva aqui a newsletter Boletim Moçambique

   MOçambique

Cinco mortos em naufrágio no distrito de Manjacaze

Xai-Xai - Cinco pessoas morreram sábado num naufrágio numa lagora provocado pelo mau tempo no distrito de Manjacaze, província de Gaza, sul de Moçambique, disse à Lusa o administrador marítimo de Xai-Xai, capital da província, Marcelino Uamusse.

Uamusse afirmou que apenas sobreviveram os dois remadores do barco, de fabrico artesanal, e que fazia serviço de transporte de pessoas, tendo sido resgatadas todas as cinco vítimas mortais, uma no próprio dia do acidente e quatro na segunda-feira. "Já resgatámos as cinco vítimas e entregámos os seus corpos às famílias", afirmou Marcelino Uamusse, adiantando que o naufrágio aconteceu quando o barco estava perto do destino.

   MOçambique

FAO espera triplicar produção agrícola de 11 distritos moçambicanos

Sussundenga - A FAO prevê triplicar a produção agrícola em 11 distritos de Moçambique, com a disponibilização de insumos e sementes de qualidade, e tirar 19.600 camponeses do ciclo de pobreza e insegurança alimentar, informou à Lusa fonte da organização.

A Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação (FAO) disponibilizou 300 toneladas de sementes classificadas, para responder às diferentes características agroecológicas das províncias de Manica, Sofala e Zambézia (centro) e Nampula (norte), vendidas de forma bonificada aos camponeses, numa iniciativa financiada pela União Europeia.

   MOçambique

Nyusi exorta órgãos de comunicação social a denunciarem violência

Maputo - O Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, exortou na segunda-feira, em Maputo, a comunicação social a denunciar todas as formas de violência que assolam o país, reiterando ser inadiável e urgente a preservação da paz.

"Os órgãos de comunicação social devem denunciar as várias formas de violência que se registam no país, há 40 anos que a comunicação social ajuda a tecer os fios dessa epopeia que é a construção da moçambicanidade", afirmou o chefe de Estado moçambicano na abertura da Conferência Nacional de Comunicação Social, Violência e Paz, promovida pelo Conselho Superior da Comunicação Social (CSCS).

   MOçambique

Mais de 600 alunos sem exames no Zumbo por causa da instabilidade política

Zumbo - Mais de 600 alunos da segunda classe do distrito de Zumbo, província de Tete, no centro de Moçambique, ficaram sem exames anuais devido à situação de instabilidade política e militar na região, anunciaram as autoridades locais.

Jorge Vilanculos, diretor dos Serviços Distritais de Educação Juventude e Tecnologia de Zumbo, afirmou à Rádio Moçambique que os pais e encarregados de educação destes alunos fugiram para a vizinha Zâmbia, em resultado das ameaças de confrontações entre Renamo (Resistência Nacional Moçambicana) e as forças de defesa e segurança.

   MOçambique

Crime organizado é ameaça à liberdade de imprensa em Moçambique 

Maputo - O ex-diretor do Notícias, principal diário moçambicano, Rogério Sitoe considerou na segunda-feira, em Maputo, o crime organizado uma ameaça à independência editorial dos órgãos de comunicação social do país.

"Em Moçambique, há fartas evidências empíricas demonstrando que as ameaças à independência editorial, também determinantes para a limitação do pluralismo de opinião, podem vir tanto da interferência política, como da ação do poder económico e, igualmente, do crime organizado", afirmou Sitoe, durante a Conferência Nacional de Comunicação Social, Violência e Paz, promovida pelo Conselho Superior da Comunicação Social.

   MOçambique

União Africana considera que Moçambique vive “percalços” na sua democracia

Nova Iorque – A União Africana (UA) minimizou o impacto da crise em Moçambique entre a Frelimo (Frente de Libertação de Moçambique) e a Renamo (Resistência Nacional Moçambicana) que afeta algumas províncias do país.

Qualquer país tem seus "percalços e desafios", afirmou o embaixador da UA na ONU, Téte António, em entrevista à Lusa, comentando o facto de a Renamo pretender governar nas províncias onde reclama vitória nas eleições de 15 de outubro de 2014, sob ameaça de tomar o poder pela força. "Não diria que Moçambique tem problemas democráticos. Chamo isso de processos democráticos. Muitas vezes ficamos admirados e insatisfeitos da forma como se avalia o continente africano” e “uma pequena situação em África é multiplicada por mil", criticou.

   Portugal

Município de Sintra prepara missão empresarial a São Tomé e Príncipe

Sintra - O presidente da Câmara de Sintra defendeu que o município pretende ser um interlocutor do investimento português em São Tomé e Príncipe, num seminário que antecede a preparação de uma missão empresarial programada para 2016.

"Podemos fazer de Sintra uma plataforma de interesse para quem quer investir em São Tomé, ajudando nos fóruns da AICEP [Agência de Investimento e Comércio Externo de Portugal], aliás com quem trabalhamos muito intimamente", afirmou Basílio Horta (PS).

   Portugal

Costumes tradicionais na Constituição tornam Moçambique "mais africano" - Bacelar Gouveia

Lisboa - A relevância que a Constituição moçambicana dá às normas de costumes tradicionais, oriundas de minorias étnico-linguísticas, representa um "virar de página", afirma Jorge Bacelar Gouveia, que  lançou, em Lisboa, o livro "Direito Constitucional de Moçambique".

"A relevância que Moçambique dá, atualmente, às normas de costumes tradicionais, oriundas de minorias étnico-linguísticas, representa um virar de página face a um momento anterior, em que havia um maior centralismo e uma maior preponderância da lei, muitas vezes tentando esconder ou apagar os costumes locais", afirmou Jorge Bacelar Gouveia , em declarações à agência Lusa. 

   Timor-Leste

Nova central de Oecusse está ligada e fornece energia

Díli - A nova central elétrica de Sacato, no enclave timorense de Oecusse, foi ligada e garante o fornecimento elétrico a toda a região, anunciou o responsável da autoridade regional, Mari Alkatiri.

"A nova central elétrica de Sacato acaba de garantir eletricidade para todo o Oecusse", escreveu na sua conta do Facebook Mari Alkatiri, responsável pela Região Administrativa Especial e pela Zona Especial de Economia Social de Mercado (ZEESM) de Oecusse-Ambeno, acrescentando que, no próximo ano, se avançará para "uma central de ciclo combinado para criar uma energia limpa e suficiente para avançar para o desenvolvimento da ZEESM de Timor-Leste".

   Guiné-Bissau

PR  dá posse a novo PGR e presidente do Tribunal de Contas

Bissau - O Presidente da Guiné Bissau José Mário Vaz conferiu posse na segunda-feira ao Procurador Geral da República (PGR) e ao presidente do Tribunal de Contas (TC), sem fazer o tradicional discurso de ocasião.

José Mário Vaz limitou-se a empossar António Sedja Man como PGR e Dionísio Cabi à frente do TC ,depois de estes prestarem os termos de juramentado.

   Guiné-Bissau

Presidente da República volta a questionar “corrupção” no aparelho de Estado

Bissau - O Presidente da Guiné-Bissau, José Mário Vaz, voltou a questionar os níveis de "corrupção" que diz continuar a ser praticada no país por parte de responsáveis do Estado, sem apontar nomes.

A existência de elevados níveis de corrupção no país é reconhecida há vários anos por vários relatórios internacionais - em 2014 o país ficou entre os piores (161.º entre 175) na avaliação da organização não-governamental Transparency International. 

   Guiné-Bissau

Dirigentes da África Ocidental reúnem-se em Bissau contra crime transnacional

Bissau - Os países da África Ocidental vão estudar formas de acelerar o combate ao crime transnacional, anunciaram, na segunda-feira, os promotores de um encontro marcado para terça-feira, em Bissau, entre dirigentes políticos, Nações Unidas e Interpol.

"A reunião do comité político de alto-nível da Iniciativa da Costa Ocidental Africana (WACI, sigla inglesa) tem como objetivo fazer um balanço dos progressos" na implementação de projetos, refere a organização em comunicado.

   Cabo Verde

Seca extrema e subida do nível do mar são principais preocupações em Cabo Verde

Praia - As secas extremas e a penetração da água do mar nas casas e em terrenos agrícolas são os efeitos mais visíveis das alterações climáticas em Cabo Verde, um dos estados mais vulneráveis do mundo a estas mudanças.

"O impacto mais severo tem a ver com as secas. A redução de chuvas tem um impacto extraordinário na capacidade produtiva e na vida das pessoas", disse à agência Lusa, Moisés Borges, diretor-geral do Ambiente de Cabo Verde. 

   Cabo Verde

Cabo Verde quer aumento da temperatura média do planeta de apenas 1,5 graus

Praia - Cabo Verde vai defender na cimeira do clima, que decorre a partir do final do mês em Paris que o aumento da temperatura média do planeta não ultrapasse os 1,5 graus, posição reafirmada  pelo Governo cabo-verdiano, na segunda-feira.

"Continuaremos a defender a necessidade de evitar que o aumento da temperatura média do planeta venha a ultrapassar 1,5ºC", defendeu o ministro do Ambiente, Antero Veiga. 

   Cabo Verde

Espécies endémicas da ilha do Fogo poupadas pela erupção

São Filipe - As principais espécies endémicas da ilha cabo-verdiana do Fogo foram poupadas pela erupção vulcânica, mas o trabalho feito com a comunidade na sua preservação ficou muito dificultado, disse à agência Lusa Alexandre Nevesky, diretor do Parque Natural.

Exatamente um ano depois do início da erupção vulcânica na ilha do Fogo, começam a chegar os primeiros resultados da monitorização dos seus efeitos sobre as espécies da ilha. "Há dois meses começámos o levantamento da flora dentro da caldeira, onde decorreu a erupção vulcânica, para vermos se houve uma alteração significativa da cobertura vegetal em termos de endemismos do parque. E os resultados que temos são excelentes. As espécies que tínhamos mais preocupações não foram afetadas pela erupção", disse Nevesky.

   Cabo Verde

José Maria Neves pede mesma solidariedade mundial a atentados terroristas em África

Praia - O primeiro-ministro de Cabo Verde pediu a mesma solidariedade da comunidade internacional aos muitos atentados terroristas e atos violentos nos países africanos, tal como aconteceu recentemente nos atentados de Paris.

"O mundo reagiu muito bem aos ataques que aconteceram em Paris. Houve uma grande solidariedade de todo o mundo livre, de toda a humanidade. Mas vejam a reação em relação a um conjunto de atentados terroristas no continente africano, não tivemos a mesma solidariedade ou a mesma dimensão da solidariedade no mundo inteiro", sustentou José Maria Neves. 

   Mundo

Clima: Cidadãos de língua portuguesa querem acordo vinculativo 

Lisboa - Cidadãos dos países de língua portuguesa inquiridos num projeto internacional defendem que o acordo sobre alterações climáticas de Paris deve ser vinculativo para todos, mas querem tratamento diferente dos países mais desenvolvidos.

Portugal, Brasil, Moçambique e Cabo Verde fizeram parte dos 90 países abrangidos por uma consulta pública sobre energia e clima, realizada em junho, com um total de 10 mil participantes. O acordo sobre alterações climáticas a ser negociado por 196 países, no âmbito das Nações Unidas, pretende reduzir as emissões de gases com efeito de estufa, principalmente centradas nos países desenvolvidos. 

   Economia

Dívida pública colocada por Angola dispara para 415 ME numa semana 

Luanda - A dívida pública colocada por Angola disparou para 415 milhões de euros na última semana, um dos valores mais altos dos últimos meses, indicam dados do Banco Nacional de Angola (BNA), compilados pela Lusa.

Segundo o relatório semanal sobre a evolução dos mercados monetário e cambial do BNA, enquanto operador do Estado, o banco central colocou no mercado primário, entre 16 a 20 de novembro, 17,4 mil milhões de kwanzas (121 milhões de euros) em Bilhetes do Tesouro (BT) e 41,1 mil milhões de kwanzas (285 milhões de euros) em Obrigações do Tesouro (OT).

   Economia

Venda de dólares à banca angolana sobe 60 por cento e cobre setor petrolífero

Luanda - A injeção de divisas nos bancos comerciais angolanos aumentou quase 60 por cento na última semana, para 332,7 milhões de dólares, sobretudo para garantir as operações do setor petrolífero, informou o Banco Nacional de Angola (BNA).

A informação consta do relatório semanal do banco central angolano sobre a evolução dos mercados monetário e cambial, ao qual a Lusa teve acesso, relativamente à venda de divisas entre 16 e 20 novembro, realizada a uma taxa interbancária média de 135,984 kwanzas (94 cêntimos de euro), inalterada há mais de um mês.

   Desporto

Guarda-redes brasileiro do Lokomotiv adquire nacionalidade russa

Moscovo – O guarda-redes brasileiro Guilherme Marinato, jogador do Lokomotiv Moscovo, adquiriu a nacionalidade russa, informou, na segunda-feira, o adversário do Sporting no Grupo H da Liga Europa de futebol.

Guilherme, de 29 anos, foi contratado pelo Lokomotiv em 2007 e já se manifestou recetivo a representar a seleção russa, indicando sentir-se “em casa” em Moscovo.