Boletim Moçambique

Sexta, 21 Agosto 2015 • 14 notícias • 7014 caracteres

Subscreva aqui a newsletter Boletim Moçambique

   Moçambique

Filipe Nyusi diz que crimes contra albinos estão a ganhar expressão

Maputo - O Presidente moçambicano, Filipe Nyusi, considerou que os crimes contra albinos começam a ganhar expressão em Moçambique, exortando as forças de segurança a proteger "as pessoas com problemas de pigmentação".

"A vossa missão é evitar o crime, a morte por assassinato ou outras formas, evitar os raptos e os sequestros, prevenir os acidentes, defender os cidadãos, mais do que nunca, proteger e acarinhar o cidadão com problemas de pigmentação, cujo crime, de forma bárbara, começa a ganhar expressão no nosso país", disse Nyusi, após conferir posse ao novo vice-comandante-geral da Polícia da República de Moçambique, José Weng San, e ao novo chefe da Casa Militar, Eugénio Roque.

   Moçambique

Parceiros internacionais defendem reformas na saúde 

Maputo - Os países e instituições internacionais que apoiam o setor de saúde em Moçambique desafiaram o Governo na sexta-feira, em Maputo, a empenhar-se na reforma da área, realçando a importância de uma gestão transparente dos recursos financeiros.

"O Governo deverá honrar os seus compromissos no que diz respeito às reformas públicas no setor de saúde", afirmou o representante dos parceiros internacionais do setor de saúde e embaixador da Irlanda, William Carlos, durante a II Sessão do Comité de Coordenação Setorial.

   Moçambique

Regulador aéreo moçambicano espera saída da 'lista negra' da UE em 2016

Maputo - O presidente do Instituto de Aviação Civil de Moçambique afirmou que o país espera sair da 'lista negra' do espaço aéreo europeu em 2016, assinalando que cumpriu a maior parte dos requisitos que levaram ao seu banimento.

"Houve um grande desenvolvimento em recursos humanos, em infraestruturas, em equipamentos, mas, logicamente, ainda não atingimos o pretendido. O desejável é que tenhamos 60 por cento de realização e estamos a caminho disso, e esperámos que em 2016 possamos sair da lista negra", disse João Abreu, citado pelo Notícias, diário de maior circulação no país.

   Angola

Mais de mil crianças com bilharziose em Luanda por consumo de água imprópria

Luanda - O consumo de água imprópria causou schistomíase ou bilharziose a mais de mil crianças, na comuna da Funda, arredores e Luanda, que estão a ser seguidas nos hospitais da localidade, anunciaram as autoridades de saúde, na sexta-feira.

Segundo a diretora municipal de saúde de Cacuaco, Catarina Oatanha, a bilharziose, uma doença parasitária, está presente geralmente em comunidades sem acesso à água potável e saneamento adequado.

   Angola

Exportações de petróleo em outubro vão bater recorde de 2011

Londres - Angola deverá exportar em outubro 1,83 milhões de barris de petróleo por dia, a maior quantidade desde novembro de 2011, segundo o programa preliminar de entregas, divulgado na sexta-feira pela agência de notícias financeira Bloomberg.

De acordo com a previsão dos exportadores de petróleo, Angola deve vender 1,83 milhões de barris por dia em outubro, aumentando face aos 1,77 milhões de barris previstos para setembro. 

   Brasil

Presidente da Câmara de Deputados do Brasil não irá renunciar após acusação de corrupção

São Paulo - O presidente da Câmara dos Deputados do Brasil, Eduardo Cunha, rejeitou que vá renunciar ao cargo após ter sido acusado formalmente pelo procurador da República, Rodrigo Janot, por suspeita de corrupção na Petrobras.

"Renúncia não faz parte do meu vocabulário, assim como cobardia não faz. (...) Meu advogado irá tratar da forma que tem de tratar, nos fóruns próprios,daquela ilação que foi protocolado como denúncia", afirmou Cunha, realçando ser inocente.

   Timor-Leste

Chefes tradicionais timorenses homenageiam heróis desconhecidos

Díli - O sacrifício de dois búfalos, cujas entranhas foram lidas como oráculo, foi dos momentos mais dramáticos da cerimónia de três dias conduzida em Díli pelos "liurais" e "lia nain", chefes tradicionais timorenses, como bênção ao monumento da "Chama Eterna".

Serigala, uma cerimónia que se realiza, a nível nacional, muito poucas vezes em Timor-Leste - a última foi em 2008, depois da crise e dos conflitos que assolaram o país -, é um ritual tradicional e animista que envolve os "donos das coisas sagradas" de todos os municípios.

   Guiné-Bissau

Parlamento vai realizar debate de urgência sobre situação política

Bissau - A Assembleia Nacional Popular (ANP, o Parlamento) da Guiné-Bissau vai reunir-se com caráter de urgência em data a anunciar para debater a situação política do país, anunciou o órgão.

A Comissão Permanente da ANP reuniu-se na sexta-feira e deliberou convocar os deputados para uma sessão extraordinária, bem como "condenar com veemência" a decisão do Presidente da República de nomear e empossar um primeiro-ministro que "não foi indigitado pelo partido vencedor das eleições [PAIGC]", refere-se em comunicado.

   Guiné-Bissau

Liga dos Direitos Humanos considera nomeação de PM inconstitucional

Bissau - A Liga Guineense dos Direitos Humanos (LGDH) considerou, na sexta-feira, inconstitucional a decisão do Presidente da República nomear um novo primeiro-ministro que não foi indicado pelo partido vencedor das eleições.

"Podemos ler a Constituição do artigo primeiro ao último e não encontramos qualquer referência em que é permitido ao Presidente da República indicar diretamente a figura do primeiro-ministro", apontou Augusto Mário da Silva, presidente da LGDH, em conferência de imprensa.

   Guiné-Bissau

PAIGC acusa Presidente de golpe palaciano com nomeação de novo PM

Bissau - O PAIGC, partido do primeiro-ministro demitido na Guiné-Bissau, Domingos Simões Pereira, acusou o presidente do país, José Mário Vaz, de ter cometido "um golpe palaciano" com a nomeação de Baciro Djá para chefe do novo Governo do país.

Em comunicado do secretariado nacional, o Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde (PAIGC), diz que ao nomear um Governo da sua iniciativa, Vaz acabou de cometer "um autêntico golpe palaciano" numa iniciativa que coloca em causa a "credibilidade e a respeitabilidade" da Guiné-Bissau.

   Guiné-Bissau

Nomeação do novo PM respeita a Constituição – constitucionalista

Bissau - A nomeação de Baciro Djá como novo primeiro-ministro da Guiné-Bissau pelo Presidente da República respeita a Constituição do país, disse à agência Lusa o constitucionalista guineense Carlos Vamaim, segundo o qual pode haver dúvidas apenas quanto aos procedimentos.

"Um dos poderes do Presidente da República é o de nomear e exonerar o primeiro-ministro, tendo em conta os resultados eleitorais e ouvidas as forças políticas representadas na Assembleia Nacional Popular (ANP, o Parlamento guineense)", referiu, acrescentando: "Se isso for respeitado, não há lugar a inconstitucionalidade nenhuma".

   Cabo Verde

Comunidade em Cabo Verde chama “golpe de Estado” a decisão do PR guineense

Praia - O presidente da Associação dos Guineenses Residentes em Cabo Verde, Fernando Baldé, qualificou de "golpe de Estado" a decisão do Presidente de nomear Baciro Djá como novo primeiro-ministro da Guiné-Bissau.

"Esta situação é um golpe de Estado e uma grande tristeza, porque a justificação constitucional que o Presidente da República evoca não tem nada a ver, porque nesta altura não podia indicar um outro nome para chefe do Governo, isto não está a Constituição da República da Guiné-Bissau", manifestou Fernando Baldé à Inforpress. 

   Mundo

Realizador moçambicano apresenta na Suíça filme sobre o processo de paz

Genebra - O realizador moçambicano Sol de Carvalho apresenta o seu primeiro documentário, "Caminhos da Paz", na 10.ª edição do Festival de Cinema africano que decorre em Lausana, Suíça, até domingo.

O festival inclui uma seleção de 54 filmes oriundos de 22 países, entre os quais Moçambique e Guiné-Bissau. Com mais de 120 realizações e produções, Sol de Carvalho quis oferecer neste documentário um retrato jornalístico e histórico sobre o processo de paz em Moçambique.

   Desporto

Mais de 200 delegações visitam instalações olímpicas no Rio de Janeiro

Rio de Janeiro – Os responsáveis de 201 delegações de diferentes países que vão participar nos Jogos Olímpicos, que se celebram no Rio de Janeiro em 2016, terminaram na quinta-feira a sua visita à cidade para conhecerem as infraestruturas do evento desportivo.

Os delegados assistiram ao Seminário de Chefes de Missão dos Jogos do Rio 2016, que começou na segunda-feira, e conheceram em primeira mão algumas das instalações, como o Parque Olímpico e a Vila dos Atletas.